Hoje foi um dia especial para o clube Cidadania É Cultura. Especial por duas razões, primeiro porque tivemos um convidado especial e segundo porque este  nos apresentou  um autor  também especial, será melhor dizer uma autora e para ser mais precisa ainda, uma poeta: Sophia de Mello Breyner Andresen. O nosso convidado, Dr. Carlos Poças Falcão um ilustre escritor da cidade de Guimarães e docente da nossa escola, fez-nos navegar pelas águas azuis da poeta, pelo seu fascínio pelos gregos, pela sua poética intervenção cívica. Poeta da luz, mas sobretudo poeta real e do real. Poeta do seu tempo e no seu tempo que fala também do passado que o constitui e do futuro que é hoje presente.

Foi de facto um momento de poesia, de leveza e de  reflexão. O público participou com entusiasmo, fazendo observações muito pertinentes e apaixonadas decorrentes de uma empatia comum com a escritora. São estes momentos que nos fazem acreditar que o Processo RVCC tem sentido, porque existe para além do saber académico, um saber genuíno que nasce de diferentes vivências, um gosto apaixonado pela leitura que não foi necessariamente incutido pela formação escolar, mas que conflui, algumas vezes, na Escola.

Esta partilha de olhares que retiveram e salientaram diferentes perspectivas e facetas de Sophia de Mello Breyner Andresen mostraram a profundidade da escritora e a  transversalidade, clareza e simplicidade da sua poesia.

Resta-me agradecer a todos os presentes, sabendo que muitos em processo final de construção do seu Portefólio Reflexivo de Aprendizagem roubaram alguns minutos do seu tempo para partilhar. Talvez agora imbuídos do espírito da escritora a escrita flua com mais facilidade. Obrigada Dr. Carlos Poças Falcão, pela amabilidade, pela reflexão, pela clareza e por partilhar connosco a sua poesia.

Talvez amanhã aperfeiçoe o texto e acrescente o testemunho fotográfico… agora fica assim. Vim aqui só para agradecer.

AFL